21 de maio de 2022

Jutan Araújo

Sem Meias Verdades

Jardim Botânico do Rio de Janeiro realiza a Semana do Bioma Pampa

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ) inicia hoje (12) uma série de atividades temáticas sobre o bioma Pampa. Na programação, que se estenderá até o dia 18, estão atividades educativas, apresentação de grupo de dança típica gaúcha, distribuição de cartilhas, plantio de mudas e seminário virtual. No restaurante localizado no Jardim, haverá cardápio com pratos típicos da gastronomia local e, na loja de recordações, instalada no Centro de Visitantes, estarão à venda produtos da “Coleção biomas brasileiros – Pampa”. O público poderá acessar também a revista digital interativa Protegendo o Pampa Brasileiro.

Plantas típicas do Pampa, presente em 63% do território gaúcho, como a aroeira (Schinus terebinthifolia) e o capim-dos-pampas (Cortaderia selloana), ganharam novas placas de sinalização e podem ser vistas no arboreto do Jardim Botânico.

Durante a semana do bioma Pampa, o restaurante Green Garden estará oferecendo um cardápio especial da região, com polenta na entrada; costela assada, comida típica da Região Sul, como prato principal; e de sobremesa, doce de abóbora.

Programação

A programação da semana do bioma Pampa prevê, no dia 14, a reintrodução da espécie Ilex paraguariensis St. Hill. (erva-mate), no arboreto. A planta é considerada símbolo do Rio Grande do Sul.

A quarta-feira (15) será dedicada à realização de jogos educativos no laboratório didático do Museu do Meio Ambiente. A atividade, conduzida pelo Serviço de Educação Ambiental do Jardim Botânico, será desenvolvida de 9h às 16h, e inclui jogo da memória, caça-palavras, distribuição de cartilha educativa sobre o bioma Pampa e degustação de chimarrão. Também haverá transmissão, às 18h – pelo canal do JBRJ no YouTube (youtube.com/jardimbotanicodoriodejaneiro) – do seminário virtual “O que você sabe sobre o bioma Pampa?”, com os pesquisadores Gehard Overbeck, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e Priscila Porto Alegre Ferreira, da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul.

No sábado (18), está prevista a apresentação do grupo de dança típica gaúcha Eco Legüero Folclore Gaúcho RJ, às 11h, no gramado do Lago das Tartarugas.

Agência Brasil