6 de julho de 2022

Jutan Araújo

Sem Meias Verdades

Leilão de relógio em Genebra bate recorde com peça vendida por R$28,8 mi

Foto: Exame

Outra peça da marca Omega foi arrematado por R$18,9 milhões

O fim de semana em Genebra, na Suíça, reuniu um grande número de admiradores e colecionadores de relógios no evento Only Watch. Mas, o que chamou a atenção foi o leilão de relógios promovido pela Phillips, junto com a associação Bacs & Russo, bateu recordes de peças de Genebra: XIV.

Estavam a disposição mais de 249 relógios raros entre Patek Philippe, Rolex e Omega e de relojoeiros importantes como Philippe Dufour, FP Journe e Richard Mille. Os itens foram vendidos por mais de R$414,6 milhões. Este é o maior resultado alcançado por um leilão do tipo.

O destaque ficou com o 14º relógio vendido, um Philippe Dufour Grande & Petite Sonnerie nº 1 em ouro amarelo, que foi arrematado por R$28,8 milhões.

Outra peça que também bateu recorde foi o Omega Speedmaster “Broad Arrow”, com o valor mais alto já pago por um relógio Omega. Com mostrador na cor castanho, a peça foi vendida por R$18,9 milhões. O valor estimado estava entre R$486 mil e R$729 mil.

O leilão teve mais de 2.300 licitantes online e 400 licitantes presenciais, de 83 países.