5 de julho de 2022

Jutan Araújo

Sem Meias Verdades

Inflação de 2021 deve ficar maior do que a de 83% dos países

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Segundo projeções do FMI, a variação de preços do Brasil deve fechar o ano em 7,9%

A economia brasileira deve encerrar este ano com uma inflação maior do que a de 83% dos países, segundo o Instituto Brasileiro de Economia (FGV/Ibre). O levantamento considera dados do “World Economic Outlook”, feito pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e que projeta uma inflação oficial brasileira de 7,9% em 2021.

No acumulado de 12 meses até setembro, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) chegou a 10,25%. Se a projeção do fundo se confirmar, o Brasil vai registrar uma inflação bem acima da apurada entre os países emergentes (5,8%) e também da média mundial (4,8%). O país também deve estourar a meta inflacionária, fixada pelo Conselho Monetário Nacional em 3,75% (centro), podendo variar até 5,25%.

Nesta terça-feira (19), o FGV Ibre divulgou ainda que o Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) variou 1,29% no segundo período de outubro. Acumula alta de 10,29% em 12 meses. Com informações do G1.