5 de julho de 2022

Jutan Araújo

Sem Meias Verdades

PM e Policia Civil desarticulam quadrilha de sequestradores de motorista de aplicativo

Fotos: Reprodução (Fala Genefax)

Criminosos contratavam a viagem, anunciavam o assalto no trajeto, sequestravam o motorista e o levavam para o matagal onde era amarrado até que o carro roubado fosse entregue ao receptador

Por volta das 8h deste domingo (17/10), o 3° Pelotão – Coração de Maria – em parceria com a Polícia Civil de Teodoro Sampaio tomaram conhecimento de um roubo de um veículo Voyage, cor vermelha, tipo Táxi, o qual, foi tomado de assalto por volta das 06h.

A polícia, o proprietário do veículo, um idoso de 72 anos, informou que dois homens pediram uma corrida na cidade de Feira de Santana e, na estrada que liga Riachão de Jacuípe a Serra Preta, anunciaram o assalto e amarraram o taxista, lançando-o em um matagal, às margens da rodovia, próximo ao povoado de Santa Mônica, permanecendo ali em companhia de um dos bandidos enquanto o comparsa tentava vender o veículo.

Segundo levantamentos da polícia, o veículo seria comercializado na cidade de Coração de Maria na manhã de hoje (17). De posse dessas informações, as equipes se deslocaram para o local onde seria feita a entrega do veículo.

Montado o cerco, o flagranteado C.O.T., este com diversas passagens por sequestro, ao visualizar as viaturas empreendeu fuga, passando a efetuar disparos contra a viatura SUBAÉ 13 (Guarnição de Coração de Maria), fato que fez com que a mesma viesse a colidir com um veículo Honda Fit de Cor preta na localidade do Comissário.

Que o meliante seguiu pela BA-084 em direção à cidade de Conceição do Jacuípe, oportunidade que o 5° Pel foi acionado, sendo interceptado na zona rural, bairro da Gameleira, pelas Guarnições da Subaé 14 (Conceição do Jacuípe) e 10 (Coração de Maria).

Com o indivíduo fora encontrado: uma arma de fogo tipo Revólver, Cal 32, marca Taurus, sem numeração; com 3 munições intactas e 2 deflagradas;
27 pinos eppendorf contendo cocaína e 30 trouxas de maconha; R$130 em espécie e 3 folhas de cheques no valor de R$ 3.725.

Ao Fala Genefax, a polícia disse que ao ser questionado sobre a vítima, inicialmente o mesmo se negava a dar maiores detalhes. Posteriormente, o mesmo afirmou que a vítima estaria em posse de seu comparsa, contudo não declinou o local.

Feitas as pesquisas nos sistemas policiais, a polícia conseguiu o contato de familiares da vítima, os quais nos informaram que o mesmo já se encontrava em liberdade. Narraram que a vítima relatou que em dado momento no cativeiro, o marginal o abandonou sem nada dizer, acreditando que a razão deva ter sido a captura do comparsa, já que a todo tempo tentava manter contato telefônico com o mesmo – sem sucesso. Que a vítima logo que liberta, dirigiu-se para o Complexo Policial de Riachão do Jacuípe.

O flagranteado foi conduzido para Central de Flagrantes de Santo Amaro, o veículo também foi apresentado, e a vítima esteve presente e prestou depoimento.